Resenha A Hora da Verdade - Pedro Bandeira

quinta-feira, novembro 10, 2016

Oioi gente linda, tudo bom? 


Eu não sou muito de ler, muito menos fazer post sobre livros, acho que não tem nenhum aqui no blog, mas, na minha escola, precisamos pegar e fazer reconto de 4 livros por mês, praticamente, e eu consigo contar nos dedos os que eu já gostei. Peguei um recentemente, adorei a história e vim compartilhar com vocês, chama ' A Hora da Verdade', e tem como autor, Pedro Bandeira.



Essa livro fala muito bem sobre uma coisa que todo mundo tem: ciúme. Porém, neste caso, é um ciúme meio absurdo sentido por Iara, que vê seu ex, Desmond, namorando sua nova melhor amiga Adele. As duas se conheceram no mesmo ano, eram inseparáveis. Jogavam em campeonatos de vôlei pela escola e faziam um dupla perfeita. 





Adele até tentou saber um pouco mais sobre o namoro dos dois, se haveria algum problema, e ficou sabendo que não. Porém, sua "grande amiga" não pensava assim. Seus pensamentos possessivos sobre o garoto me deixavam de boca aberta nas minhas leituras, já que a forma que ela falava era totalmente estranha. Iara conseguia manipular outras pessoas para tentar acabar com o romance dos dois, porém Adele nunca desconfiou dela, já que a garota sempre estava do seu lado, fingindo apoiá-la. 

Outro fato que passa rápido no livro, mas existe, é o racismo. Adele é negra. Iara se aproveita disso para colocar o pai do garoto, que não é brasileiro, contra o namoro dos dois. 





O mais interessante de acompanhar essa história, é conseguir ver que as pessoas conseguem passar por cima de uma amizade incrível, com muita parceria, por um amor que nem existe mais, um amor doentio. Mas vemos também perdão, uma coisa muito linda da parte de outros personagens, já que muitas pessoas não fariam 1/3 do que os colegas de Iara fizeram por ela. 


Aumentar uma dor passada do presente é criar uma nova dor e sofrer novamente.                                                                     (William Shakespeare)
Decidi trazer esse livro, essa história, porque, por incrível que pareça, é uma coisa muito comum de adolescentes e até mesmo de adultos. Insistir numa coisa que já acabou, não vai trazê-la de volta. As pessoas não estão à sua disposição, não é porque você sente uma coisa, que o outro sente o mesmo. Se você realmente ama uma pessoa, deixe-a viver! 

Beijos! 


Postado por

Camily Viana

You Might Also Like

0 comentários

Bem-vinda a blog, espero que tenha gostado do post! Que tal conferir mais outros?